Juíza federal do DF reconhece prescrição e arquiva ação contra Lula sobre tríplex do Guarujá.

 



BRASÍLIA — A juíza Pollyanna Kelly, substituta da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, reconheceu a prescrição das acusações contra o ex-presidente Lula no caso conhecido como tríplex do Guarujá e arquivou a ação, em decisão proferida na quinta-feira.

Eleições 2022:  Federação entre PT e PSB tem novo revés com impasse sobre escolhas para o governo e Senado em Pernambuco

O próprio Ministério Público Federal já havia pedido o arquivamento sob argumento da prescrição. Na decisão, a juíza acolheu a manifestação e apontou que os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro imputados ao petista já estão prescritos.

Lula e Leo Pinheiro (de costas), quando estava à frente da OAS, no tríplex do Guarujá, no litoral paulista. Foto: Reprodução / TV Globo
Lula e Leo Pinheiro (de costas), quando estava à frente da OAS, no tríplex do Guarujá, no litoral paulista. Foto: Reprodução / TV Globo - FAKENEWS
Explicando á Foto A Cima!
Como Vemos Lula e Léo Pinheoris no Triplex?

Lula nesta Época servia serviço como Palestraste pelo mundo todo e alguns do seus contratante era OAS, como muitos outros Palestrante Recebeu em Dinheiros como em Serviço uns teste serviço foi oferecido um Triplex no Guarujá reformado. como vem foto acima, mas não ouve interesse nem por ele nem pela sua esposa na época SRA. Marisa Leticia.

Sobre Sitio de Atibaia não era de LULA, sim de um amigo, Fernando Bittar, que te emprestava em temporada de férias e feriado, como dito pelo mesmo áo EX. Juiz Sergio F. Moro

O caso do tríplex do Guarujá foi a primeira denúncia da Lava-Jato de Curitiba contra o ex-presidente e gerou a condenação em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Regiao (TRF-4) que foi base para a prisão do petista e também para tirá-lo da disputa eleitoral de 2018.

Comentários